Postado em 20/08/2020 - Fonte: Fenacon

Reforma tributária é pauta de reunião entre Fenacon e senador Luiz do Carmo

Sérgio Approbato participou do encontro acompanhado do presidente do Sescon-Goiás, Edson Cândido

Não temos como aumentar mais os impostos no Brasil. Com essa frase, o senador Luiz do Carmo (MDB-GO) iniciou a reunião virtual realizada, nessa quinta-feira (20/8), com a participação do presidente da Federação das Empresas de Serviços (Fenacon), Sérgio Approbato, e o presidente do Sescon-GO, Edson Cândido Pinto.

O encontro teve como objetivo debater a primeira fase da proposta de reforma tributária apresentada pelo governo e os seus impactos ao setor empresarial brasileiro. O texto prevê a unificação do PIS e da Cofins, e a criação da Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS).

Titular da Comissão Mista Temporária da Reforma Tributária, o parlamentar pediu apoio da Fenacon no sentido de realizar um estudo das consequências do novo sistema tributário para os entes da Federação, além de um diagnóstico aprofundado sobre o fechamento e das dificuldades que as empresas têm para cumprimento das obrigações tributárias.

“O Sistema Fenacon tem abrangência nacional, o que facilita uma análise real das consequências das propostas de reforma tributária que tramitam no Congresso Nacional”, frisou Approbato. 

A gestora do Sescon Goiás e vice-presidente de Ética e Disciplina Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRC-GO), Sucena Hummel, aproveitou a ocasião para solicitar o apoio do senador Luiz do Carmo na aprovação da Medida Provisória (983/2020), que absorveu o texto da MP 951/2020, sobre a emissão primária de certificados digitais por meio de videoconferência. A proposta foi aprovada na Câmara no último dia 11 de agosto e, agora, seguirá para apreciação do Senado Federal.

Comente »