Postado em 19/01/2016 - Fonte: Jornal do Comércio – RS - Por: DANILO UCHA 

Salvação no Simples

Em um momento de transformação da economia, muitas empresas só conseguirão sobreviver se aderirem ao regime tributário do Simples Nacional, segundo o empresário contábil Irineu Thomé, vice-presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon). Inúmeras categorias foram incluídas no Simples, com a alteração da lei em 2014, como consultórios médicos, escritórios de advocacia e arquitetura, corretores e designers e o prazo de adesão terminará no dia 29 deste mês.

Painel Econômico 

Comente »