Postado em 01/11/2017 - Fonte: DCI - SP

Cinco passos para sua PME usar a nuvem

Hoje, investir em cloud não é só uma questão de acreditar na inovação, mas de sobrevivência

De acordo com o Sebrae, existem 6 milhões de micro e pequenas empresas, ou 99% dos negócios no Brasil. O setor é crucial para o desenvolvimento econômico e tem grandes oportunidades de crescimento. Neste cenário, a inovação é fundamental a internacionalização e avanço. Daí a importância da migração digital de PME à nuvem por meio de cinco passos simples:

Escolher o tipo de nuvem de correto - É necessário saber que tipo de uso você terá na nuvem para a sua empresa e que solução deverá ser escolhida para implantação. Também é imperativo saber o tipo de uso que a empresa fará como quais aplicativos hospedará, qual é poder de processamento e se procura servidores de alto desempenho disponíveis o tempo todo. Também é preciso avaliar se uma nuvem pública será suficiente, já que a privada pode não ser a melhor opção para começar, pois exige uma base mais sofisticada e mais infraestrutura. Talvez o ideal seja começar com a nuvem híbrida.

Entender qual é a capacidade técnica dos usuários - É necessário saber se os usuários possuem a habilidade para se adaptar ao ambiente da nuvem. A implantação não deve ser feita de maneira trivial. É importante entender quais são as capacidades técnicas a serem implantadas.

Entender qual o tipo de suporte existente dentro da empresa - É preciso que os diretores estejam de acordo. A nuvem não é só um assunto de TI, pois muda toda a organização.

Avaliar que tipos de aplicativos funcionam - É necessário entender que aplicativo a organização necessita. Precisa fazer parte da estratégia da empresa, não é só uma mudança de infraestrutura de TI, mas no ambiente, e deve estar integrada em todos a empresa.

Fazer uma implantação por departamentos - Você pode começar com a virtualização, implantando recursos de computação em nuvem e passar para os recursos de armazenamento e rede. É preciso alinhar as expectativas e criar um mapa de 6, 12 e 18 meses para levar a organização a um ambiente novo.

Finalmente, a PME deve evitar grandes gastos em ferramentas, mas ao mesmo tempo estar na vanguarda das inovações para vender seus produtos e manter contato com clientes e fornecedores. O modelo de computação em nuvem é um verdadeiro aliado para o setor empresarial latino-americano.

Barbara Toledo, Gerente da Intel para o mercado de datacenter

 

Comente »